Welcome to our website !

Tranquilidade mórbida

By 05:46

Desassossegas os meus dias e baralhas as minhas noites, como posso permitir?

Não te quero mas desejo-te mais do que sei explicar. 
Quero a minha paz de volta, mas a calma e sossego nunca preencheram a minha essência. 
Quero o normal, estável e socialmente correcto mas contigo não dá e sem ti é impossível. 
Quero dizer-te o que sinto mas não devo e muito menos quero mostrar sempre desejando que me leias a alma.
Quero ser forte e seguir sem ti mas a esperança que percebas as entrelinhas do meu discurso independente não cessa de atormentar.
Quero perder-me em ti e acordar amanhã ainda nos teus braços... Mas não estás nem hoje e aqui te sinto tão intensamente em mim.

Desejei tanto a minha tranquilidade mórbida e me assustei assim que chegou. Preciso do teu desassossego, por isso o procuro para de novo começar esta roleta russa...


You Might Also Like

0 comentários